Header Ads

Lidando com filhos rebeldes

Lidando com filhos rebeldes
Gênesis 28:6 "Ora, viu Esaú que Isaque abençoara a Jacó, e o enviara a Padã-Arã, para tomar de lá mulher para si, e que, abençoando-o, lhe ordenara, dizendo: Não tomes mulher dentre as filhas de Canaã"

Raramente, eu prego em uma igreja sem alguém vir até mim e me pedir para orar por seu filho rebelde. Provavelmente não há nada que pesa mais no coração de uma mãe mais que um filho doente, e ter um filho rebelde. Falei com muitos pais de coração partido que estavam procurando por respostas a respeito dos seus filhos rebeldes.

Ter um filho rebelde não é um problema dos dias de hoje, esse tem sido um problema desde os dois primeiros filhos nascidos. Isaque e Rebeca experimentaram a dor de um filho desobediente Esaú. Certamente, houve algumas circunstâncias extremas que levaram à rebelião de Esaú, mas que, todavia, não tirou a dor de Isaque e Rebeca. As Escrituras, nos mostra que inclusive entristeceu o coração deles quando se diz em Gênesis 26:34-35 "Ora, quando Esaú tinha quarenta anos, tomou por mulher a Judite, filha de Beeri, o heteu e a Basemate, filha de Elom, o heteu. E estas foram para Isaque e Rebeca uma amargura de espírito". Bem antes do incidente de Jacó roubar a bênção, Esaú tinha sido um filho rebelde. Deixe-me mostrar-lhe alguns pensamentos da vida de Isaque e Rebeca sobre como lidar com filhos rebeldes.

- Conteúdo cristão sadio e edificante para crianças e pré-adolescentes! Recomendo que você adquira o KIT CRIANÇA CRISTÃ

Primeiro, você deve perguntar a si mesmo se você fez algo de errado. Por favor, não tome isso como uma condenação de suas competências parentais; eu não estou tentando atirar pedras em você. No entanto, quando você olha para Esaú sendo rebelde, você pode ver que as ações de seus pais tinham um papel na condução de seu coração rebelde. Sempre que uma criança fica rebelde, você deve olhar e ver se há algo que você fez que levou a isso. Tenho certeza que você vai destacar muitas coisas, pois nenhum de nós somos pais perfeitos. Mas, eu estou falando especificamente sobre alguma ação que seja gritante e que você pode corrigir. Os pais de Esaú tinham favoritos, e Isaque deu a sua bênção para Jacó. Embora Esaú deveria ter confiado em Deus, Isaque e Rebeca foram, em parte, a culpa. Se você está fazendo algo que poderia levar a um coração rebelde, então corrija isso.

Em segundo lugar, ore por seu filho. O dia nunca deve se pôr sem que você apresente seu filho ao Senhor. O Senhor pode lidar com as ações rebeldes de seu filho muito melhor do que você. Muitas vezes, os pais querem pregar para seus filhos, em vez de orar por seus filhos. Eu garanto a você, orar por seu filho vai fazer mais para trazê-los de volta ao caminho do que pregar para eles cada vez que você tem uma chance. Eles esperam que você pregue para eles, e isso só faz com que o coração deles se torne mais duro, mas a oração tem Deus envolvido em trazê-los de volta, e ele pode lidar com eles de uma forma que você não pode.

Em terceiro lugar, ame o seu filho onde ele está e como ele está. Não estou dizendo que você deve aprovar suas ações, você nunca deve fazer isso. Eu estou dizendo que o seu filho ainda precisa do seu amor. Eles precisam ver que seu amor é incondicional. Parte de amar o seu filho não está em comprometer quem você é para trazê-lo de volta. Quando ele sente que você ainda o ama incondicionalmente, isso trará grande convicção no coração dele.

Finalmente, nunca desista do seu filho. Esaú, eventualmente, mudou de vida, mas foi muitos anos depois. Você pode pensar que seu filho nunca vai voltar, mas eu o encorajo a continuar orando e amando-o. Você nunca sabe o que está acontecendo em no coração dele. Basta continuar fazendo o que você deve fazer, confie em Deus e nunca perca a esperança de que eles vão voltar para Deus.

Um comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!