Perdoando os Outros

Perdoando os Outros
"[O amor] não guarda rancor" (1 Coríntios 13:5 NVI).

Se você ama alguém, não manterá um histórico de seus erros.

É relatado que, quando os missionários da Morávia foram pela primeira vez aos esquimós, eles não conseguiram encontrar uma palavra em seu idioma para perdoar. Eles tiveram que combinar uma série de palavras mais curtas em uma palavra composta: Issumagijoujungnainermik. Embora a palavra pareça formidável, seu significado é belo, sendo traduzido: "Não poder mais pensar nisso".

Você provavelmente já percebeu que pessoas que não perdoam costumam ter boa memória? Alguns podem guardar rancor por toda a vida. Mas o amor nunca mantém um registro dos erros cometidos contra o outro. Perdoa e não consegue mais pensar neles.
$ads={1}
Foi isso que Paulo teve em mente quando disse que o amor "não leva em conta um mal sofrido" (1 Coríntios 13:5 BBE). A palavra grega traduzida "levar em conta" era usada para as entradas no livro de contabilidade. Essas entradas ajudavam o contador a lembrar a natureza de cada transação financeira. Por outro lado, o amor nunca mantém um registro ou responsabiliza os outros pelos erros que cometeram contra ele.

O maior exemplo desse tipo de amor é o próprio Deus. Romanos 4:8 diz: "Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa!" (NVI). Segundo Coríntios 5:19, "Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não levando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação".

Todo pecado que cometemos como crentes é uma ofensa a Deus, mas Ele nunca os cobra em nossa conta. Estamos em Cristo, que sofreu nossa penalidade na cruz. Quando pecamos, somos imediatamente perdoados.

Se você ama os outros, você os perdoará como Deus os perdoou. Em vez de responsabilizá-los por suas ofensas, você olhará além do pecado para o potencial em Cristo. Você acatará a advertência de Paulo, "Antes sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo" (Efésios 4:32). Esse é o caráter do amor verdadeiro.

Existe alguém de quem você está retendo perdão? Nesse caso, reconheça-o como pecado e confesse-o ao Senhor. Em seguida, se reconcilie com essa pessoa imediatamente.

Agradeça a Deus que Ele não mantém um histórico de seus pecados (Salmo 130:3).

O que Mateus 18:21-35 diz sobre perdoar os outros?
Postagem Anterior Próxima Postagem