Jesus: Nosso Exemplo Final

Jesus: Nosso Exemplo Final
“... sendo injuriado, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente” (1 Pedro 2:23).

Jesus Cristo, como sofredor sem pecado, é o único modelo de que precisamos para suportar as provações da vida.

Antes de sua morte em 1555, o reformador e mártir inglês Hugh Latimer expressou suas convicções da seguinte maneira:

“Morrer uma vez é preciso; como e onde, não sabemos. . . . Aqui não é nosso lar; portanto, consideremos as coisas, tendo sempre diante de nossos olhos a Jerusalém celestial e o caminho para ela em perseguição”

Hugh Latimer sabia muito sobre como enfrentar o sofrimento, mas sabia que o próprio Jesus era o modelo final de como lidar com o sofrimento e a morte.

$ads={1}

Esse modelo está resumido no versículo de hoje, que é uma citação da passagem do Servo Sofredor em Isaías 53. Todos os horríveis abusos físicos e verbais que Cristo sofreu antes da cruz, juntamente com o mal dilacerando Seu caráter perfeitamente virtuoso, era injustificado, e ainda assim Ele não revidou. Como Filho de Deus, Jesus tinha o controle perfeito de Seus sentimentos e poderes.

Jesus encontrou forças para suportar um julgamento final tão abusivo quando "entregava-se àquele que julga justamente". Literalmente, Jesus continuou entregando a Si mesmo e todas as Suas circunstâncias, chegando ao clímax com a morte no Calvário (Lucas 23:46), ao Pai. O Filho tinha total confiança em Deus, o justo e reto juiz de toda a terra (ver Gênesis 18:25).

Podemos seguir Seu exemplo e suportar perseguições e sofrimentos injustos sem responder, seja no local de trabalho, entre parentes ou em qualquer ambiente social. A chave é simplesmente confiar nossas vidas, pela fé, a um Deus justo que fará tudo certo e nos levará com segurança para a Sua glória (1 Pedro 5:6-10).

Estevão e Paulo são exemplos notáveis ​​de como podemos triunfar sobre as perseguições e dificuldades da vida, até a morte. Mas esses grandes homens estavam apenas "fixando os olhos em Jesus, o autor e consumador da fé" (Hebreus 12: 2). Nós devemos fazer o mesmo.

Ao experimentar diariamente as dificuldades e os desafios normais da vida, peça a Deus para ajudá-lo a se lembrar melhor do exemplo perfeito que Jesus deu ao enfrentar o pior da dor e do sofrimento.

Leia Hebreus 1:1-2 e 4:14-16.

Compare e contraste o que essas passagens nos dizem sobre a divindade e a humanidade de Cristo.

O que eles revelam sobre a superioridade de Seu exemplo?

Postagem Anterior Próxima Postagem