A Integridade Suporta Críticas

A Integridade Suporta Críticas
“Ora, nesse tempo se chegaram alguns homens caldeus, e acusaram os judeus. E disseram ao rei Nabucodonosor: Ó rei, vive eternamente. Tu, ó rei, fizeste um decreto, pelo qual todo homem que ouvisse o som da trombeta, da flauta, da harpa, da cítara, do saltério, da gaita de foles, e de toda a sorte de música, se prostraria e adoraria a estátua de ouro; e qualquer que não se prostrasse e adorasse seria lançado numa fornalha de fogo ardente. Há uns homens judeus, que tu constituíste sobre os negócios da província de Babilônia: Sadraque, Mesaque e Abednego; estes homens, ó rei, não fizeram caso de ti; a teus deuses não servem, nem adoram a estátua de ouro que levantaste” (Daniel 3:8-12).

Espere oposição espiritual. A prova final da grandeza reside em ser capaz de suportar as críticas sem ressentimento.

$ads={1}

Você já reparou que sempre que toma uma posição pública pela justiça, sente a reação do mundo com mais força? Mesmo algo tão nobre quanto fazer seu trabalho com integridade e diligência pode trazer ridículo, rejeição ou até hostilidade aberta. Mas isso não deveria surpreendê-lo.

Jesus disse: "Não é o servo maior do que o seu senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós” (João 15:20). O apóstolo Paulo adverte que "na verdade todos os que querem viver piamente em Cristo Jesus padecerão perseguições" (2 Timóteo 3:12).

Sadraque, Mesaque e Abednego conheciam bem a oposição espiritual e, na passagem de hoje, são alvos de caldeus invejosos que querem vê-los mortos. As acusações feitas contra eles não eram inteiramente verdadeiras porque não haviam desconsiderado o rei. Pelo contrário, eles eram cidadãos modelo e líderes exemplares. Eles participaram da cerimônia do rei e cumpriram todos os outros deveres civis, na medida em que esses deveres não violavam sua responsabilidade para com Deus.

Seus acusadores não foram motivados pela lealdade ao rei ou por sua lealdade pessoal às opiniões religiosas dele. Eles estavam com ciúmes e ressentimentos porque odiavam ter cativos judeus dominando sobre eles (ver Daniel 2:49).

Às vezes, hoje, os cristãos fazem seu trabalho de forma excelente e são promovidos em relação a seus colegas, apenas para provocar o descontentamento de colegas de trabalho ciumentos que criticam ou fazem acusações falsas e desacreditadoras contra eles. Se alguma vez você estiver nessa situação, precisará ser especialmente diligente para fazer seu trabalho como para o Senhor (Colossenses 3:23), para guardar sua própria atitude e deixar que o Senhor seja seu defensor.

$ads={2}

Em obediência ao Senhor, “Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, bendizei aos que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam” (Lucas 6:27-28).

Leia Daniel 6.

Que paralelos você vê entre a situação de Daniel e nossa passagem atual?

Como Deus provou ser fiel em cada uma dessas situações?

Postagem Anterior Próxima Postagem