Transgredindo a Lei Real


Transgredindo a Lei Real
"Mas se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, sendo por isso condenados pela lei como transgressores. Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos. Porque o mesmo que disse: Não matarás. Ora, se não cometes adultério, mas és homicida, te hás tornado transgressor da lei" (Tiago 2:9-11).

Você peca quando fica aquém do santo padrão de Deus ou ultrapassa os limites de Sua lei.

$ads={1}

Muitas pessoas tentam justificar sua pecaminosidade categorizando os pecados de acordo com sua aparente severidade. Por exemplo, contar uma "pequena mentira branca" não é tão sério para eles quanto cometer perjúrio; enganar o imposto de renda não é tão sério quanto roubar um banco. Outros veem a lei de Deus como uma série de injunções desapegadas e assumem que podem ganhar crédito com Deus cumprindo uma lei, mesmo que violem as outras. Em última análise, se as leis que não infringem superam as leis que não cumprem, eles pensam que tudo ficará bem.

Aparentemente, alguns daqueles a quem Tiago escreveu tinham os mesmos conceitos errôneos, acreditar que pecados como preconceito, parcialidade e indiferença aos pobres não eram tão graves quanto pecados como assassinato e adultério. Ou talvez eles acreditassem que poderiam compensar seu favoritismo cumprindo a lei de Deus em outras áreas.

Ambas as visões são errôneas e potencialmente condenatórias, porque a lei de Deus não é uma série de injunções desapegadas ou uma maneira de ganhar crédito com Deus. É uma representação unificada de Sua natureza sagrada. Mesmo que todos os pecados não sejam igualmente hediondos ou prejudiciais, da perspectiva de Deus todo pecado viola Seu padrão. Quando você transgride uma lei, você quebra todas e é caracterizado como pecador e transgressor.

"Pecado", no versículo 9, fala de errar o alvo e ficar aquém do santo padrão de Deus. "Transgressores" refere-se a ir além dos limites aceitos. Um diz que você ficou aquém; o outro diz que você foi longe demais. Ambos são violações iguais da santidade de Deus. Você deve ver todo pecado como uma afronta a Ele e nunca agravar seu pecado, tentando escondê-lo, justificá-lo ou contrabalançá-lo com boas obras.

$ads={2}

Memorize 1 João 1:9 e sempre confesse seu pecado sempre que violar a santa lei de Deus.

Louve a Deus por ter pena de nossa situação como pecadores e por providenciar um Salvador.

Leia Gálatas 3:10-29, observando o propósito da lei de Deus.
Postagem Anterior Próxima Postagem