Jesus é o Senhor - Mas de Quê?

Introdução

A. A ex presidente brasileira Dilma Rousseff visitou os EUA e experimentou o carro sem motorista do Google. O editor de um jornal local afirmou que o Brasil é um carro sem motorista, mas sem a inteligência do Google. Então o risco de acidente é grande.

B. Sua crítica aponta que os governos humanos são variáveis. Eles podem ser bons, médios ou ruins.

C. O bom governo é o de Jesus Cristo e de Deus Pai. Ambos são chamados de “Senhor”, indicando sua soberania e autoridade.

D. No evangelho de Mateus, há três descrições de Jesus e do Pai que enriquecem nossa compreensão de seu senhorio.

E. Jesus recebeu toda autoridade do Pai, Mateus 28.18, então o que é dito de Deus também é verdade de Cristo.

1. Senhor da Seara. Mateus 9.37-38

A. O Senhor tem autoridade sobre a obra da colheita de almas. Ele determina a natureza do trabalho, define seu modo de operação e garante seu sucesso.

B. Ele está preocupado com as almas das pessoas e o destino eterno e responde às orações por essa colheita.

C. Ele não apenas diz a seus seguidores que orem pelos trabalhadores, mas os envia aos campos para fazer a colheita, Mateus 10.

D. Quem ousa recusar a missão do Senhor?

2. Senhor do Céu e da Terra. Mateus 11.25

A. Jesus usa esta frase para descrever o Pai em oração. Ele também compartilha dessa soberania completa.

B. O Senhor revela sua vontade de acordo com sua sabedoria.

C. Ele é o Senhor que é digno de louvor e a quem dirigimos nossas orações.

D. Quem ousa rejeitar sua sabedoria?

3. Senhor do Sábado. Mateus 12.8

A. Jesus aplica a frase a si mesmo. Ele é aquele que sabe aplicar o mandamento à vida, de acordo com seu propósito original.

B. Seu governo traz descanso, porque ele é manso e humilde, e “meu jugo é fácil de carregar, e minha carga não é difícil de carregar”, Mateus 11.28-30.

C. Quem se atreve a torcer sua palavra?

Conclusão

A. Outras frases descrevendo Jesus como Senhor em outras partes do Novo Testamento também nos forneceriam grandes lições: Senhor de todos, Senhor dos senhores, Senhor da glória.

B. As três que examinamos acima falam da natureza de Deus e suas razões e formas de exercer sua soberania.

C. O que devemos fazer sobre isso?

a. Cumpramos sua missão de sair pelo mundo para colher almas anunciando a Boa Nova.

b. Vamos aprender a sabedoria de Deus, praticá-la diariamente e louvá-lo por isso.

c. Respeitemos a palavra de Deus e de Cristo, segundo o seu significado original, e vivamos por ela.

Nos comentários abaixo, por favor, compartilhe sua perspectiva sobre este esboço. Algum ajuste para melhorá-lo?

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem