A Integridade Triunfa Sobre a Perda Pessoal

A Integridade Triunfa Sobre a Perda Pessoal
“Ora, entre eles se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias. Mas o chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel, o de Beltessazar; a Hananias, o de Sadraque; a Misael, o de Mesaque; e a Azarias, o de Abednego” (Daniel 1:6-7).

Você nem sempre pode evitar a perda pessoal, mas pode responder a ela de maneiras que glorifique a Deus.

$ads={1}

Era uma manhã tranquila de janeiro no vale de San Fernando, no sul da Califórnia, até que de repente e sem aviso prévio a terra tremeu com uma força tão violenta que muitas lojas de departamento, prédios, apartamentos, casas e viadutos das estradas desmoronaram sob a tensão. Em questão de minutos, o terremoto de Northridge, em 1994, deixou cicatrizes em vidas e terras que, em alguns casos, podem nunca curar. Tais eventos catastróficos nos lembram o quão difícil pode ser lidar com perdas pessoais.

Daniel, Hananias, Misael e Azarias entenderam a perda pessoal. Talvez em nossos dias apenas aqueles que sofreram como prisioneiros de guerra ou refugiados dos estragos da guerra possam apreciar completamente o profundo sentimento de perda que esses homens devem ter sentido depois de serem afastados da família, amigos e pátria.

Sua perda incluía até seus próprios nomes. Quando capturados, cada um deles tinha um nome hebraico que refletia sua educação divina. Mas, em um aparente esforço para remover essa influência e exaltar as divindades pagãs de Bel (ou Baal) e Aku, o comandante de Nabucodonosor mudou seus nomes de Daniel (que significa "Deus é juiz") para Beltessazar ("Bel provê" ou "Bel príncipe”), de Hananias (“o Senhor é misericordioso”) para Sadraque (“sob o comando de Aku”), de Misael (“Quem é o Senhor?”) para Mesaque (“Quem é o que é Aku?”), e de Azarias ("o Senhor é meu socorro") para Abednego ("o servo de Nebo [o filho de Baal]").

Daniel e seus amigos não puderam impedir suas perdas, mas podiam confiar em Deus e se recusar a deixar que essas perdas levassem ao desespero ou ao comprometimento. Esse é um exemplo que você pode seguir quando enfrentar uma perda.

Peça ao Senhor a sabedoria de ver suas perdas através de Seus olhos amorosos, e a graça de responder adequadamente.

Ore por aqueles que você conhece que sofreram perdas recentemente.

Leia Jó 1:13-22.

Como Jó reagiu às suas perdas?

O que você pode aprender com o exemplo dele?

Postagem Anterior Próxima Postagem